Gênio Criador

ASPSP promove oficina sobre brinquedotecas e criatividade

Desperte seu Potencial

 Voltar ASPSP promove oficina sobre brinquedotecas e criatividade

Por Danilo Moreira

Estão abertas as inscrições para a oficina “Brinquedoteca: a Criatividade e a Profissão do Brincar”, promovida pela Associação de Psicologia de São Paulo (antiga Sociedade de Psicologia de São Paulo) – ASPSP. O evento acontece no próximo sábado (25), das 9h30 às 12h30 na Universidade Cruzeiro do Sul – Unicsul, Campus Liberdade, na região central de São Paulo. Voltado a psicólogos, pedagogos, psicopedagogos, enfermeiros, estudantes e profissionais que trabalham com o brincar, a iniciativa tem como objetivo discutir a importância das Brinquedoteca como espaços de criatividade e diversão, que nos últimos anos têm se ampliado no Brasil, após documento da ONU aos países membros ressaltando o Direito de Brincar, assegurando o desenvolvimento integral e a saúde de crianças, que serão os futuros adultos.

Programação

O evento é coordenado pela psicóloga Cleusa Sakamoto, que é membro da ASPSP e do Conselho Consultivo da Associação Brasileira de Brinquedoteca – ABBri, e abordará diversos temas relacionados à importância da atividade de brincar como, por exemplo, o suporte à aprendizagem e aos processos de enfrentamento de situações de adoecimento e recuperação da saúde, e discutirá sua implicações para o desenvolvimento do potencial criativo. O brincar, segundo Cleusa, é natural como expressão da individualidade em qualquer idade e, em sua espontaneidade, dá oportunidade para que aspectos novos da pessoa sejam revelados.

“A Brinquedoteca está se expandindo bastante e vem fazendo parte de ambientes como escolas, hospitais, em shoppings, condomínios residenciais e presídios (como proposta de humanização e intervenção terapêutica). A profissão de brinquedista desponta-se neste cenário como um novo papel profissional que vem contribuir com o sucesso desta necessidade”, afirma a organizadora do evento. Como exemplo, Cleusa explica que atualmente os hospitais que possuem atendimento pediátrico precisam obrigatoriamente disponibilizar um espaço de brincar, que auxilie na recuperação e tratamento dos pacientes, conforme a determinação da Lei 11.104/2005.

“A Oficina destacará também a criatividade como base da construção do ‘eu’, que permite o desenvolvimento de capacidades e que é responsável, de acordo com o psicanalista inglês Donald Winnicott, pelo ‘sentimento de que a vida vale à pena ser vivida’”, afirma a organizadora do evento. Ela explica que o fato de brincarmos de um modo próprio em cada fase da nossa vida, já é um interessante argumento para compreendermos melhor sobre esta atividade humana que permeia nossa história pessoal e de nossa espécie. As atividades da Oficina incluem ainda, dicas sobre jogos de tabuleiros construídos com material reciclável e para encerrar, uma gincana divertida que será proposta aos participantes.

As inscrições podem ser realizadas no local da oficina a partir das 8 horas, mediante o pagamento de uma taxa de adesão que varia entre 20 e 50 reais. O endereço fica na Rua Galvão Bueno, 868, próximo à estação São Joaquim (Linha 1 – Azul do Metrô). Grupos de 5 pessoas receberão desconto. Maiores informações podem ser obtidas na sede da ASPSP no telefone (11) 3091-1645, com Neide.

Se você acredita que o ato de brincar pode transformar e fazer a diferença na vida de uma pessoa, então corra e não perca esta oficina!

Associação de Psicologia de São Paulo

Criada em 1945, a ASPSP atua no desenvolvimento da psicologia como ciência e profissão, promovendo diversos eventos para divulgar os conhecimentos na profissão. Desde 1949, a organização publica o Boletim de Psicologia, periódico mais antigo da área e indexado na base de dados LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), sendo referência em conteúdo da área.

Estudantes e profissionais da área podem filiar-se à instituição na Oficina, contribuindo com uma taxa de R$ 20, no caso de alunos, e R$ 80, de titulares. Os novos associados ganharão descontos exclusivos nas inscrições para a oficina, além de receber um exemplar gratuito do Boletim da ASPSP.

Foto: Wikimedia Commons



 Voltar